Home » O Amor é Fodido by Miguel Esteves Cardoso
O Amor é Fodido Miguel Esteves Cardoso

O Amor é Fodido

Miguel Esteves Cardoso

Published 1995
ISBN :
Paperback
187 pages
Enter the sum

 About the Book 

Quando leio e, posteriormente, comento um livro é meu apanágio fazer a distinção entre o meu gosto pessoal e o que relatado na estória. Da mesma forma como posso dar pontuação máxima, na minha óptica, pela qualidade literária duma obra ou pelas emoções que me suscita. Poucos são os casos em que tal ocorre em simultâneo, confesso.Com tudo isto quero dizer que posso não me identificar minimamente com o conteúdo de uma obra mas gostar da mesma. Foi o caso deste livro. É manifestamente exagerado, bastante depressivo, sofrido e faz uma análise do Amor que não corresponde minimamente ao que penso. Tal não impede, contudo, de acreditar que haja amores que levam ao limite.Narrado em retrospectiva permite uma reflexão sobre as relações amorosas que se tomam por adquiridas. Junte-se a isso a sensação de solidão no Amor, quando não se é visto nem achado nem sentido e tem-se um livro polémico... Isso é conseguido através de avanços e recuos na vida de João. Desde a altura em que ainda vivia com Teresa até ao lar de idosos onde reside e se permite a conversas surreais sobre a temática. Na grande maioria com frases curtas e directas. E perturbadoras, porque não?...Confesso que achei algumas das passagens exageradas, principalmente no que diz respeito ao vernáculo, embora tal não me incomode particularmente. Tanto é que fiquei com bastante vontade de ler a restante obra do autor. Contudo, a frequência com que tal é usado acaba por ser desnecessária. Quem conhece um pouco do percurso de Miguel Esteves Cardoso sabe que não envereda por terrenos fáceis e desbrava-os de forma cáustica.Por último, uma palavra para a polémica que este livro suscitou quando foi lançado, em 1995. Julgo que basicamente terá sido pelo título. Porque quem o tomou por proscrito não terá tido oportunidade de o ler, certamente. E de ver que, ao seu estilo, Miguel Esteves Cardoso fala dum lado - negro - do Amor como ninguém. Aconselho a todos, principalmente aos pudicos e/ou a quem ainda acredita em contos de fadas.